EP 64: A Igreja Cristã do Gelo e Fogo

Você pode apoiar o TeoLabCast financeiramente a partir da plataforma Apoia.se. Use o link para mais informações.


Há um tempo nós observamos o surgimento de uma Igreja do Gelo e Fogo nas redes sociais. A igreja – que existe como um grupo de pessoas cristãs que se encontraram pelas redes para desabafar após as eleições de 2018 – hoje é conhecida por pessoas de fora como “a igreja dos desigrejados”. É bem mais do que isso.

Nós conversamos com a Rayane e o Daniel – escolhidos pelo grupo para representar a ICGF na conversa – para eles contarem como o grupo surgiu e como eles tem observado as consequências das eleições de 2018 na igreja cristã brasileira.

Dicas da Rayane:

Dicas do Daniel:

Dicas da Samantha:

Dicas do Leonardo:

Dicas do Cedric:


Siga-nos no Twitter: (http://twitter.com/teolabcast) e no Facebook (http://fb.me/teolabcast).

Nós estamos no Spotify e no Deezer. Estamos também no Telegram. Junte-se ao grupo de chat a partir do link https://t.me/joinchat/ANhaCU4gznQjoEjCU_T90A

Ou entre em contato conosco pelo e-mail teolabcast@gmail.com.

1 opinião sobre “EP 64: A Igreja Cristã do Gelo e Fogo”

  1. Será um suspiro longo, infelizmente, e é reconfortante ouvir vozes como a Rayane e o Daniel nesse momento.

    Na condição de “Desigrejado pós 2018” me senti muito representado com a conversa.
    Desigrejei depois de um ano e meio de oração, reflexão e conversas frutíferas com gente incrível e no momento certo não coube qualquer pressão (ou medo) de nenhum pastor.
    Infelizmente essa não é uma transição tranquila pra todo mundo.

    E concordo muito, a pandemia me deu oportunidade de “visitar” muitas igrejas online e estou ansioso pelo momento de conhecer melhor algumas delas quando a situação nos permitir.

    Como bem disse a Rayane os jovens que hoje estão passando e sofrendo tudo isso (e os nem tão jovens assim também sofrem! 😢) serão os pastores das igrejas de amanhã e portanto há esperança.

    Que descoberta interessante a ICGF e o seu podcast.
    Obrigado por isso.

    Um abraço!

Deixe uma resposta para Leandro Gomes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *